manifesto

Não somos só isto
ou aquilo, somos tudo,
plenos, iguais e famintos.

Em nós um verbo,

CURURUAR

(transitivo, sempre)
NORTE e SUDESTE

ou antes rio antigo
que nos encontra
cururus. Somos
todos origem.

4 comentários em “manifesto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s