sobre

Este projeto foi contemplado pelo Programa Rede Nacional Funarte Artes Visuais 12ª edição.

O projeto Cururuar busca promover, por meio da vivência e interação, ação artística e cultural, atravessadas pelo fluxo de relações entre a cidades de São Paulo-SP, Belém-PA e o município de Chaves, Ilha de Marajó-PA.
Realizamos, em abril desse ano, através do Fluvilab – barco boiadeiro, típico da região amazônica, com porão transformado em câmera obscura e adaptado para funcionar como laboratório fotográfico –, cinco oficinas fotográficas itinerantes, no rio Cururu, que atenderam a cem participantes das vilas Boa Esperança, São Joaquim, Apaiari, São Benedito e Nedi Barbosa.

As atividades propostas foram compostas pelas técnicas de Construção de Câmeras Obscuras, Pinhole, Fitotipo e Fotograma. Ao final do período de oficinas, realizamos uma roda de conversa com a população local, onde as imagens produzidas durante as atividades estiveram dispostas em forma de Fotovaral.

A proposta também inclui o lançamento do livro Cururuar no mês de novembro em São Paulo, onde os componentes do coletivo Cururu apresentarão e compartilharão as experiências geradas, assim como as impressões da cultura marajoara, obtidas durante o período de vivência nas oficinas. Em dezembro lançaremos o livro no rio Cururu, e, na ocasião, faremos a distribuição gratuita entre participantes e a população local.

O site Cururuar constitui-se como instrumento vivo, aberto e coletivo. Foi criado com o objetivo específico de manter ativa a troca horizontal entre os participantes do projeto, difundir as ações, integrar as futuras edições.

Coletivo Cururu